Impacto ambiental

Explicamos o que é impacto ambiental e quais são suas causas e consequências. Além disso, suas características, classificação e muito mais.

As atividades humanas impactam cada vez mais os diferentes ecossistemas. 

Qual é o impacto ambiental?

Por impacto ambiental, referimo-nos ao efeito imediato ou a médio ou longo prazo que as diferentes atividades humanas têm no ambiente em que ocorrem. Embora certos eventos catastróficos naturais, como furacões , terremotos ou erupções de vulcões, possam ao mesmo tempo ter um alto impacto no meio ambiente, uma vez que alteram a linha de base ecológica de forma radical e repentina.

O impacto ambiental é um conceito-chave em ecologia , um ramo da ciência interessado em compreender e preservar o meio ambiente natural. Por meio do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) de um determinado projeto humano, os ecologistas podem alertar sobre sua periculosidade e conveniência em termos ambientais.

Sabe-se que muitas atividades humanas, principalmente as industriais, apresentam alto custo ecológico, causando alterações significativas no equilíbrio dos ecossistemas que, muitas vezes, levam a extinções, superpopulações, pragas ou erosões, todas prejudiciais à saúde de nossa população. planeta.

Veja também: Cidade sustentável

Como surge o impacto ambiental?

Um dos efeitos do impacto ambiental é a chuva ácida. 

A ideia de Impacto Ambiental surgiu a partir dos movimentos conservacionistas que ganharam cada vez mais espaço na política mundial ao longo do século XX , como consequência da expansão avassaladora da indústria no mundo contemporâneo e do surgimento dos primeiros efeitos ambientais nocivos devidos. para a poluição.

Alguns desses efeitos incluem chuva ácida , extinção de ecossistemas, poluição da água que leva a doenças e, mais recentemente, o efeito estufa e o aquecimento global , levando à mudança climática.

A que se refere o impacto ambiental?

O Impacto Ambiental é, como já dissemos, a alteração do meio ambiente por causas alheias ao seu controlo , que podem ser de origem humana (actividade industrial, guerras, eliminação de resíduos, etc.) ou natural ( catástrofes naturais ), mas que provocam um efeito significativo no equilíbrio dos ecossistemas e, portanto, na própria vida.

É medido em termos negativos (Impacto Ambiental Negativo) quando é prejudicial à vida ou ao equilíbrio ecológico de uma região ou do mundo ; e em termos positivos (Impacto Ambiental Positivo) quando ajuda a restabelecer esse equilíbrio ou a curar feridas anteriores feitas no meio ambiente.

Tipos de impacto ambiental

Impactos ambientais irreversíveis não têm escrúpulos. 

Podemos falar de diferentes tipos de impactos, de acordo com seus efeitos no meio ambiente, tais como:

  • Direto ou indireto. O impacto ambiental direto será aquele que causa mudanças imediatas e perceptíveis no ecossistema no curto prazo, enquanto o impacto indireto será aquele que o afeta colateralmente, sem ser percebido à primeira vista.
  • Temporário ou permanente. O impacto temporário é aquele que pode ser revertido com o tempo, enquanto o permanente é para sempre.
  • Reversível ou irreversível. Impactos ambientais reversíveis podem ser desfeitos pela própria natureza ao longo do tempo ou por meio de intervenções humanas destinadas a restaurar o meio ambiente; enquanto os efeitos irreversíveis não têm escrúpulos.
  • Cumulativo ou sinérgico. Impactos cumulativos são aqueles que se somam ao longo do tempo e cujo efeito piora à medida que se acumulam; enquanto sinergias são aquelas em que diferentes impactos colaboram para gerar o mesmo efeito muito maior do que se não estivessem todos ocorrendo ao mesmo tempo.
  • Atual ou potencial. O impacto atual é aquele que está ocorrendo imediatamente e o potencial é aquele que pode ocorrer no futuro, caso não sejam tomadas as medidas preventivas necessárias.
  • Local ou generalizado. Isso depende se o efeito ocorre em uma pequena região delimitada (local) ou se ele flui para outros ecossistemas e se espalha (disseminado).

Causas do impacto ambiental

Os resíduos radioativos são um dos mais prejudiciais aos ecossistemas. 

Como já dissemos, as causas podem ser humanas ou naturais . Os últimos incluem grandes desastres ambientais, como furacões, terremotos, tsunamis , erupções vulcânicas, deslizamentos de terra, quedas de meteoritos , inundações ou mudanças climáticas extremas.

Quanto às causas devidas à ação do homem, as principais são:

  • Exploração de recursos naturais. Como mineração , extração de madeira, pesca de arrasto ou caça indiscriminada, atividades que esgotam ou deterioram o meio ambiente para obtenção de matéria-prima .
  • Depósito de lixo. Tanto o lixo urbano (lixo, esgoto) quanto os subprodutos industriais que são despejados no mar ou dissipados na atmosfera alteram significativamente o equilíbrio químico da natureza. A queima de hidrocarbonetos e combustíveis fósseis é uma das principais causas disso.
  • Guerras Toda a destruição desencadeada durante os conflitos de guerra, como bombardeios, uso de armas químicas e abandono de material de guerra (balas, minas, material destruído, etc.), também tem seu custo ecológico.
  • Material radioativo. Seja por experimentos com energia nuclear para fins pacíficos (em radiadores para esterilizar ou em plantas para gerar eletricidade ) ou por guerras (bombas atômicas), os resíduos radioativos são um dos mais danosos ao ecossistema que se conhece.
  • Expansão urbana. As cidades crescem e crescem, consumindo ou alterando a superfície que antes era refúgio para espécies animais e plantas para sempre.

Consequências do impacto ambiental

As consequências são claras: mudanças ambientais que levam a instabilidades climáticas (como o chamado efeito El Niño), por sua vez causando tragédias humanas e ambientais; deterioração da qualidade de vida da humanidade como um todo, que se traduz em aumento da incidência de doenças como câncer ou epidemias nas regiões menos abastadas da sociedade ; e a preocupante redução da biodiversidade mundial que vem sendo alertada há várias décadas.

Tipos de impacto ambiental

As pessoas devem se adaptar às consequências que o impacto ambiental traz. 

O meio ambiente é afetado de diferentes maneiras por atividades de alto impacto:

  • Afetação do meio físico-químico. Mudanças na natureza das substâncias que fazem a vida no meio ambiente, seja no solo , na água ou no ar , que resultam em reações químicas imprevisíveis e descontroladas.
  • Afetação do ambiente biótico. Desaparecimento de espécies animais e vegetais e, portanto, desequilíbrio na cadeia trófica da qual faziam parte, que pode levar ao desaparecimento de espécies benéficas (como as abelhas) ou à proliferação de pragas que antes tinham um predador natural.
  • Afetação do meio ambiente humano. Mudanças no modelo de vida humana, que deve se adaptar às consequências que as mudanças ambientais trazem em suas vidas, de forma gradual ou catastrófica.

Avaliação de Impacto Ambiental (EIA)

A pesquisa pode criar novas medidas de proteção. 

É uma ferramenta conceitual desenvolvida para medir e antecipar os danos ao meio ambiente que uma atividade humana pode causar e, assim, decidir se vai empreendê-la ou reformulá-la, ou se existem outras atividades com impacto positivo que podem acompanhar o projeto e diminuir sua consequências negativas. Sanções legais e outras medidas de proteção podem surgir dessas investigações.

Importância do impacto ambiental

Este concepto es de suma importancia en la creación de un modelo social, económico y de desarrollo que sea respetuoso del medio ambiente, una exigencia cada vez mayor en el mundo contemporáneo, en el que las consecuencias de un siglo de explotación industrial indiscriminada son ya del ordem do dia.

Declaração de Impacto Ambiental (DIA)

Este é o nome dado ao documento que visa pr> de Impacto Ambiental de um determinado empreendimento. Normalmente é um documento obrigatório para a aprovação de licenças de construção, por exemplo.

Exemplo de impacto ambiental

A construção de uma rodovia pode envolver o corte de uma floresta. 

Um exemplo perfeito pode ser a ampliação de uma rodovia , por exemplo, que permitiria o transporte de mercadorias entre duas cidades a um ritmo bem superior, mas cuja construção envolve o corte de uma floresta e a irrupção de veículos poluentes (queima de combustível fóssil) afetando as espécies que habitavam aquele ecossistema.

Leave a Reply