Mercado de concorrência perfeita

Explicamos o que é o mercado de concorrência perfeita e quais são suas características. Além disso, as consequências que apresenta e exemplos.

Um mercado perfeitamente competitivo é um modelo ideal e imaginário.

Qual é o mercado de concorrência perfeita?

Um mercado de concorrência perfeita é  uma situação teórica de mercado em que existem as condições ideais de oferta e procura de modo a ser regido apenas pelas leis inerentes à concorrência económica, sem intervenção de forças externas.

É um modelo ideal, imaginário , que serve de expectativa para o estudo da dinâmica do mercado , mas não é realizável no dia a dia.

Em um cenário de concorrência perfeita, seria alcançado um equilíbrio entre os fatores envolvidos no circuito econômico, o que aumentaria os benefícios de todas as partes.

Assim, as demanda regerão o valor dos produtos.

Da mesma forma, não haverá regulamentações, monopólios ou proteções que impeçam a livre concorrência entre produtores e comerciantes de bens .

Veja também: Economia de mercado .

Características do mercado de competição perfeita :

  1. Equilíbrio econômico

Em um mercado perfeitamente competitivo, o marketing perderia seu significado.

Como dissemos antes, o mercado perfeitamente competitivo é uma situação de equilíbrio entre a oferta e a demanda, que padroniza o consumo e regulariza os benefícios para todos os participantes.

É, neste sentido, o oposto das situações de monopólio , uma vez que nenhuma empresa poderia exercer uma influência maior do que as outras no mercado e, por exemplo, o marketing perderia o sentido de ser.

  1. Transparência de mercado

Para que haja um mercado de concorrência perfeita, não pode haver subsídios, regulamentos ou proteções de qualquer espécie , uma vez que as empresas devem competir livremente entre si, mas tampouco qualquer forma de monopólio, entesouramento ou influência comercial sobre o circuito de produtos, como ocorre no oligopólio , onde um pequeno grupo de produtores exerce seu poder sobre o restante da cadeia.

Assim, é necessária uma transparência de mercado graças à qual todos os setores envolvidos na cadeia tenham pleno conhecimento das condições gerais de seu funcionamento, sendo que em relação a preço e qualidade é gerido livremente .

  1. Preços sem influência

As empresas não podem exercer estratégias para flutuar os preços.

Os preços em um mercado de concorrência perfeita devem obedecer única e exclusivamente às leis de oferta e demanda , o que significa que as empresas são aceitadoras de preços, ou seja, não exercem qualquer estratégia de flutuação de preços, como redução de preços, produção ou descontos nas vendas estratégias.

  1. Homogeneidade do produto

De manera similar, los productos tendrían que ser idénticos para cada cadena del mercado , de manera que a cada consumidor le dé igual, de entrada, consumir uno u otro producto, por lo que no hacen falta las campañas de marketing ni las estrategias de convencimiento do cliente.

  1. Mobilidade de recursos

As empresas devem ser capazes de entrar e sair do mercado sem limitações.

É pré-requisito para um mercado de concorrência perfeita que os implementos necessários à produção sejam acessíveis noutras regiões e em igualdade de condições, para favorecer igualmente quem os utiliza.

Por outro lado, as empresas devem ser capazes de entrar e sair do mercado sem qualquer tipo de limitação (barreiras de entrada ou saída).

  1. Ausência de marketing

Já foi dito que a homogeneidade entre produtos e condições de produção faria esforços desnecessários para distinguir um produto de outro, seduzir a compra de um em detrimento do outro ou construir outros tipos de discursos de legitimação. Portanto, marketing e promoção comercial não existem nesses tipos de modelos.

  1. Diferenças entre competição perfeita e imperfeita

Um mercado imperfeito está cheio de desigualdades. 

A diferença entre um mercado perfeitamente competitivo e um mercado imperfeito reside nos obstáculos inerentes ao circuito de um determinado mercado na vida real , que se devem à multiplicidade de elementos e fatores que necessariamente intervêm na equação.

Assim, mercados “imperfeitos” o são porque esse ciclo não ocorre sem tropeços ou reviravoltas, mas é repleto de desigualdades e acidentes que distorcem seu ideal, ou seja, perfeito funcionamento.

  1. Viabilidade de Mercado de Concorrência Perfeita

Na vida real não é possível construir esse tipo de modelo de mercado . Todas as competências entre os produtores de bens no mundo real ocorrem em termos de desigualdade, competitividade nem sempre sincera, monopólios, oligopólios e leis de proteção e exclusão dos Estados , tudo que condiciona ou controla suas operações.

A suposta “mão invisível do mercado” explicada pelas teorias econômicas do Consequências do mercado de concorrência perfeita

Sem a pressão da competitividade, a inovação nos mercados diminui.

Embora seja um modelo imaginário, esse tipo de mercado teria as seguintes consequências:

  1. Exemplos de mercado de concorrência perfeita

Não existem exemplos reais de um mercado perfeitamente competitivo, mas podemos imaginar um circuito em que haja o mesmo número de produtores de martelos, com acesso a materiais semelhantes em termos de matéria-prima e oportunidades de vendas semelhantes dentro do mercado de martelos. Sem marketing, o consumo dependeria apenas do que os consumidores precisam.

Em tese, os preços dos martelos irão flutuar de acordo com a oferta e a demanda , ou seja, eles serão comprados mais quando forem necessários e irão aumentar de preço, mas então menos e eles irão cair.

A competição será perfeita, pois não haverá regulamentação estadual de preços , nenhuma limitação à produção de martelos e nenhum monopólio da martelagem no país.

Leave a Reply