Zona de livre comércio

Explicamos o que são zonas francas, quais são seus requisitos, objetivos e limites. Além disso, seus recursos e serviços.

A ideia de zonas francas é promover o crescimento econômico.

O que são zonas francas?

As zonas francas são certas zonas de um país onde existem certos benefícios, geralmente de natureza fiscal. Por exemplo, a isenção de alguns impostos ou a redução deles ao mínimo em relação ao resto do território deste país.

Eles geralmente são estabelecidos em locais remotos ou escassamente povoados, com condições climáticas extremas ou acesso limitado para a população . A ideia de zonas francas é promover o crescimento econômico.

Essas zonas são freqüentemente chamadas de portas livres , o que é uma analogia com as zonas livres de impostos ou com taxas reduzidas. Em certas oportunidades, os portos francos fazem parte das zonas econômicas. Existem diferentes tipos de zonas francas, bem como existem requisitos para uma zona ser declarada como tal, ou seja, nem todas as zonas podem ser zonas francas.

Veja também: Controle de gerenciamento

Tipos de zonas francas

  • Existem diferentes tipos de zonas francas:
    • Permanente
    • Permanentes especiais
    • Transitório
  • Por outro lado, as zonas francas também podem ser:
    • Privado
    • Estado
    • Especiais
    • Misturado

Requisitos de zona franca

As zonas francas devem ter capacidade para serem dotadas de determinada infraestrutura.
  • Deve ter pelo menos 20 hectares.
  • Deve ter capacidade para ser dotado de determinada infraestrutura.
  • A área deve ter um certo patrimônio líquido. Cada país estabelece um mínimo de ativos líquidos que a localidade ou zona deve ter para ser uma zona franca.

Objetivos das zonas francas

  • Geração de empregos em curto prazo.
  • Aumento da competitividade dos produtos aí fabricados, distribuídos ou fabricados.
  • Facilidade no processo de venda.
  • Melhoria no processo de qualidade do produto.
  • Redução de custos de mão de obra.

Delimitação de zonas francas

As zonas francas devem ter um limite físico que as separe do território nacional.

Cada zona livre deve ser fisicamente delimitada . Isso significa que as zonas francas devem ter um limite físico que as divida do resto do território nacional. Isso ocorre porque, para fins aduaneiros, as zonas francas são consideradas áreas extraterritoriais.

Criação de centros de compras e indústrias em zonas francas

Nessas áreas, incentiva-se a criação de centros comerciais e industriais . Isso é resultado da redução de tributos que todos os produtos possuem.

Localização de zonas francas

As zonas francas podem ser encontradas em diferentes partes de um país, mas sempre >

Tipos de serviços em zonas francas

As zonas francas podem oferecer serviços de triagem, embalagem ou manuseio.

Podem ser prestados serviços de logística, transporte, distribuição, embalagem, etiquetagem, inserção , classificação, embalagem ou manuseio. Além disso, podem ser realizadas telecomunicações, transmissão e armazenamento de dados, bases de dados, sistemas de informação .

Ou seja, o tipo de usuário das zonas francas pode ser:

  • Industrial
  • Comercial
  • De serviço
  • Impostos

Isenção ou redução de impostos em zonas francas

Além de estimular as exportações, outras características das zonas francas são a falta de arrecadação ou regulamentação das mesmas . Ou seja, há uma redução para a indústria e o comércio dos impostos internos das zonas francas.

Exportar e importar em zonas francas

As zonas francas favorecem a economia local por terem benefícios fiscais.

Todos os produtos ou manufaturas que entram ou saem de uma zona franca são considerados importações e exportações, respectivamente, embora cada zona franca esteja dentro de um determinado país.

As zonas francas favorecem a economia local por terem benefícios fiscais . Em outras palavras, aqueles produtos que são feitos em zonas francas não pagam imposto ou pagam com redução. Dessa forma, os produtos que são feitos ou montados nessas áreas têm um custo final menor.

Número de zonas francas

No mundo, a primeira zona franca foi criada na Irlanda . Em seguida, vieram Taiwan, Coréia, Hong Kong, Coréia do Sul e Cingapura. Existem atualmente mais de 2.500 zonas francas em todo o mundo.

Leave a Reply