Sociedade

Explicamos o que é a sociedade, como é classificada e as funções que apresenta. Além disso, quais são suas características, estrutura e muito mais.

Não há margens numéricas definidas em relação à empresa.

O que é a sociedade?

Por sociedade entendemos um grupo de indivíduos (geralmente humanos , embora também possa se referir a certos animais gregários) que são regidos por regulamentos e formas comuns de comunicação e cooperação, freqüentemente chamados de “ cultura ”.

A constituição de uma empresa envolve geralmente um número significativo de pessoas, embora não existam margens numéricas definidas a este respeito . Em vez disso, é vital que compartilhem características definidoras em termos de cultura, história, economia e compartilhem o mesmo território geográfico; tudo isso acima de laços consangüíneos ou genéticos.

As sociedades humanas são o objeto de estudo da Sociologia , que busca compreender as leis de organização e regulação das sociedades.

Tipos de empresas

As sociedades industriais são posteriores ao desenvolvimento humano da tecnologia.

O estudo das sociedades humanas permite sua classificação com base em diversos critérios, tais como:

  • Sua evolução histórica. Ou seja, sua localização na história da humanidade. Eles são divididos em:
    • Sociedades antigas ou pré-industriais. Aqueles que aconteceram antes da Revolução Industrial . Eles geralmente são divididos em: 1) caçadores-coletores e 2) agrícolas e pecuários.
    • Sociedades industriais. Aqueles após o desenvolvimento humano da tecnologia industrial.
  • Seu grau de complexidade. Determinado pelo nível de interação de seus elementos. Eles são divididos em:
    • Simples ou primitivo. Cuja organização é tribal ou pequena, geralmente governada por um patriarca ou matriarca vitalícia, e na qual as tarefas da sociedade não são muito bem distribuídas (há pouca especialização).
    • Complexo Sociedades com sistemas políticos e governamentais estruturados, com margens de especialização significativas na distribuição de tarefas (alta especialização) e estratificação social marcada.
  • Sua cultura dominante. As sociedades muitas vezes podem ser classificadas com base na presença cultural mais forte, que tende a dominar outras culturas, tanto política quanto socialmente e em termos de identidade. Assim, podemos falar de sociedade islâmica, sociedade católica, sociedade ocidental , sociedade europeia , sociedade americana , sociedade letrada, sociedade do conhecimento, sociedade da informação, etc.

A “sociedade” animal

Embora não seja propriamente uma classificação, tende a distinguir entre a sociedade humana, com todas as diversidades, variantes e complexidades que a caracterizam (principalmente se tentarmos vê-la como um todo planetário) e “sociedades animais”, que é o nome que podemos dar o nível mais básico de organização social e territorial que certos animais podem alcançar .

Necessidade de normas na sociedade

Todos os membros da sociedade devem concordar em cumprir as regras.

Todas as sociedades exigem regras para seu funcionamento: leis e códigos sociais que regulam os vários aspectos da vida .

Algumas dessas normas são coercitivas, impostas pela sociedade aos seus novos membros , transmitidas de geração em geração; enquanto outros são bastante opcionais, subjetivos, pertencentes à esfera privada e funcionam antes como um modo de reconhecimento entre os indivíduos, que agindo de forma semelhante se reconhecem como iguais perante a sociedade.

Todos os membros de uma sociedade concordam, em maior ou menor grau, em ser governados por regras.

Mais em: Normas sociais .

Estratificação de empresas

As sociedades apresentam maior ou menor grau de estratificação , ou seja, de camadas ou estratos sociais organizados e hierárquicos.

Eles podem ser distinguidos uns dos outros com base em várias condições materiais, culturais ou políticas.

Por exemplo, na sociedade indiana existem castas sociais muito distantes , com pouca permeabilidade entre uma e outra, enquanto nas sociedades capitalistas ocidentais existem classes sociais que se distinguem umas das outras por sua riqueza e bens materiais .

Funções da sociedade

Sem um modelo político de governança, as sociedades seriam caóticas.

A existência de uma empresa é considerada para cumprir as seguintes funções:

  • Crie um território. Não existem nações, países ou territórios se não forem habitados por alguma sociedade específica que os define, os nomeia e os estabelece como a casa da sua cultura.
  • Permitir relacionamentos. Uma vez que a sociedade opera com base em normas comumente aceitas, sua existência estabelece um pacto social que ordena a vida e permite relações entre seus indivíduos, em termos outros que os da competição vital da natureza.
  • Construa um imaginário. Os membros de uma sociedade geralmente compartilham uma forma, mais ou menos ampla, de ver as coisas e pensar sobre o mundo. Isso é o que se chama de cultura ou, também, de imaginário, já que é uma forma de imaginar o mundo. Sem ele, as identidades sociais não poderiam existir.
  • Ele propõe um modelo político. Sem um modelo político de governança e hierarquia, as sociedades seriam caóticas. Por isso, existem teorias e organismos políticos nos diferentes regimes políticos possíveis que permitem o exercício da política .
  • Atende às necessidades de sua população. Em princípio, e de uma forma ou de outra, cada sociedade tenderá a atender os desejos e necessidades de sua população , seja material e economicamente ou social e espiritualmente, e por meio de métodos aceitos ou condenados por ela mesma.

Elementos da sociedade

O território delimitado é considerado um elemento material.

Podemos falar de dois tipos de elementos constituintes de uma sociedade:

  • Materiais Aqueles físicos e concretos, como um território delimitado (espaço físico) e um número de membros (população).
  • Imaterial. Os de natureza imaginária, cultural, espiritual ou social, como uma língua própria, uma série de valores morais e espirituais, uma identidade nacional , etc.

Estrutura das empresas

A estrutura de uma sociedade é o modo de funcionamento de suas várias partes , ou seja, sua arquitetura .

Aí ocorrem os estratos sociais ou grupos populacionais , as várias instituições sociais (públicas ou privadas), os corpos legislativos, as organizações de socialização, repressão e legislação (como os tribunais, as prisões, as forças de segurança, os militares, as universidades e escolas , etc.).

Cada estrato e cada instituição, de acordo com o modelo de sociedade adotado, terá um conjunto específico de funções a cumprir.

Por exemplo, em uma sociedade teocrática, a igreja dominante também terá poder político , enquanto em uma sociedade secular, haverá instituições estranhas à religião.

Origem das empresas

Ainda existem sociedades tribais, como as primeiras formas de civilização.

As sociedades que constituem a civilização humana são tão antigas quanto o próprio ser humano , portanto não há uma data de criação específica.

Estima-se que as sociedades antigas, antes da invenção da escrita , eram sociedades de tipo tribal que aumentaram gradualmente em número e complexidade.

Pode servir a você: Préhistória .

Evolução das sociedades

É possível que eventos particularmente revolucionários na história do homem possam dar origem ao nascimento de uma nova sociedade, como grandes desenvolvimentos tecnológicos , mudanças repentinas na ordem social ou política (revoluções), ou mistura e sincretismo entre diferentes culturas (como no caso da América Latina ).

Novas parcerias

A sociedade virtual é baseada na dependência tecnológica dos indivíduos.

O futuro das sociedades humanas é uma fonte de contínua especulação. No entanto, traços como diversidade, múltiplas identidades e dependência tecnológica parecem ser fatores centrais nas chamadas “novas sociedades”, como a sociedade global ou virtual .

Leave a Reply